É com imensa alegria e satisfação que dirijo minhas palavras aos funcionários desta casa, aos colegas vereadores e aos munícipes.
Primeiramente, agradecer à população que, democraticamente, nos proporcionou entrar a essa casa legislativa e ainda, não menos importante, agradeço a confiança dos colegas vereadores por nos ter conduzido à presidência de tão importante Casa Legislativa.
De tal modo, na posição a qual fui alçado, estou ciente de que me cabe assegurar a continuidade do compromisso de transformar a Câmara Municipal de são Miguel do gostoso no centro das grandes decisões em prol do cidadão que aqui vive.
A independência do Poder Legislativo, constitucionalmente expressa, é a baliza reformuladora e garantidora da representação popular, perante a qual, nós Vereadores, temos o dever de viabilizar a melhoria de vida de nossos cidadãos.
Entendemos que o vereador tem a função não apenas de fiscalizar o Executivo, mas tem o dever de escutar as aspirações das comunidades. A Câmara tem a missão de alvitrar e implementar políticas públicas e projetos que melhorem a qualidade de vida das pessoas.  Seja revendo leis, debatendo temas importantes, implantando projetos, verificando questões ligadas à saúde, educação ou segurança. Em síntese, tudo aquilo que diz respeito ao cidadão.
A Câmara Municipal, sob meu comando, em cumprimento ao princípio democrático, estará de prontidão e receptiva aos anseios da população, garantindo-lhe a participação popular e o livre exercício do direito de cidadania e atuaremos e defenderemos os direitos do povo gostosense, dentro e fora dessa Casa.
Ao ser eleito Presidente da Câmara Municipal, vi em meus nobres colegas ser patenteada a confiança a mim creditada nas urnas nas últimas eleições.
De tal forma que como presidente vamos lutar pela valorização de todos os vereadores, consolidando nosso papel na sociedade.
Primarei pelo respaldo e respeito à todas as vertentes políticas. Por isso, anseio por um legislativo marcado por grandes debates políticos, construtivos, que coloque a sociedade no centro das questões e sempre respeitando e sendo tolerantes a todos os pensamentos, já que estamos diante de uma Casa, formada por pessoas dos mais variados seguimentos e crenças religiosas.
Ademais, precisamos ter uma maioria consistente que evite o fisiologismo, ou seja, que evite atitude política corrupta a cada votação importante. Precisamos de uma câmara que tenha autenticidade partidária para que a política recupere sua dignidade. Não podemos deixar descolar o povo dos vereadores, isso porque, em uma democracia, a política é um gênero de primeira necessidade. Não podemos seguir o mal exemplo dado pelo país e aceitar a transformação da política local em um negócio privado. Temos que fazer a política desse município recuperar seu espaço ideal e, assim, passar a transformar a vida das pessoas. 
Não obstante, no papel que me foi outorgado, serei garantidor do fiel cumprimento do nosso Regimento Interno, zelarei pelas funções institucional, fiscalizadora, legislativa, julgadora e administrativa da nossa Câmara Municipal.
Sabemos que essa grande renovação que o Legislativo Gostosense passou demonstra a vontade da sociedade de são Miguel do gostoso por mudança. É preciso que a Câmara compreenda este novo momento em que vivemos. A população não pode ter prejuízos por questões de disputas político-partidárias. O agente político não pode se esquecer que é eleito para promover o progresso e o desenvolvimento das cidades, dos estados e do país, com justiça social. O bem estar tem que chegar à vida das pessoas.
Juntos, caminharemos no intuito de levar aos nossos munícipes mais saúde de qualidade, mais ações voltadas à educação, esporte e lazer para as comunidades locais, garantia de acesso e atendimento às pessoas carentes, adoção de políticas públicas com foco no aperfeiçoamento, capacitação e valorização de nossos servidores, ações governamentais de geração de emprego e renda aos nossos trabalhadores e, ainda,  garantia da segurança e respeito à sociedade civil organizada e aos Poderes constituídos Estadual e Federal.
Com o Poder Executivo manteremos a melhor das relações, com respeito e transparências, no entanto, sem fomentar uma posição de subserviência. Não abriremos mão de nenhuma de nossas prerrogativas, como a função que nos foi concedida pelas urnas que é a de fiscalizarmos o Poder Executivo e cobrar a aplicação dos recursos em todas as áreas.
Por fim, clamo pela participação popular. Para atingirmos todos os nossos objetivos precisamos do povo ao nosso lado. Queremos que o cidadão gostosense tenha consciência e faça valer nosso lema de “Casa do Povo”. Com uma sociedade ativa, que acompanhe os trabalhos de seus vereadores, freqüente as sessões legislativas e participe das ações parlamentares, chegaremos com mais rapidez ao objetivo comum, que é o bem estar da população de são Miguel do gostoso.

Adeilton Bezerra da Silva
VEREADOR/PRESIDENTE